• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
    • 02.06 delegado-PF-destaque
    • 01.30 aprendizes-destaque
    • fotoBrumadinhocarrosel
    • 10.05 livro
    • Procurador-chefe do MPT-PR recebe visita do novo diretor-geral da Polícia Federal
    • Governo do Paraná vai contratar 700 aprendizes nos próximos dois anos
    • MPT vai avaliar falhas nas normas de segurança no trabalho na tragédia de Brumadinho
    • MPT lança livro colaborativo em homenagem aos 30 anos da Constituição

    TV Bandeirantes do Paraná deverá pagar R$ 300 mil por "pejotização"

    Curitiba - O Ministério Público do Trabalho no Paraná (MPT-PR) ganhou na justiça ação que propôs contra a Televisão Bandeirantes do Paraná (Band Curitiba) em julho de 2012. Após denúncia encaminhada pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor) em 2011, foi constatado que a emissora contratava jornalistas como pessoas jurídicas ou terceirizadas, além de repórteres cinematográficos como operadores de câmera, não reconhecendo a eles os direitos da categoria de jornalista. A decisão saiu no dia 14 de julho.

    MPT-PR pede indenização de mais de R$ 6 milhões para empresas que não contratavam aprendizes em Cascavel

    Curitiba - O Ministério Público do Trabalho no Paraná (MPT-PR) em Cascavel entrou com uma Ação Civil Pública na Justiça do Trabalho com pedido de liminar e indenização por dano moral coletivo contra as empresas que compõem o Grupo Mascarello (Mascarello Carrocerias e Ônibus Ltda e Comil - Silos e Secadores Ltda) por estarem descumprindo a cota mínima de aprendizes no quadro de funcionários. Conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), em junho de 2010, a empresa Mascarello Corrocerias e Ônibus contava com apenas 15 aprendizes, de um total de 74 que deveriam compor seu quadro. Já a Comil tinha apenas quatro dos 28 aprendizes que deveria contratar, apresentando um déficit de cerca de 85% do número de aprendizes. O autor da ação, o procurador do trabalho Marco Aurélio Estraiotto Alves, pede indenização por dano moral coletivo no valor de R$ 6.620.073,60, já que as empresas privaram milhares de jovens de entrarem no mercado de trabalho.

    Prêmio MPT de Jornalismo tem 542 trabalhos inscritos

    O Prêmio MPT de Jornalismo conta com 542 trabalhos participantes, que concorrem a R$ 360 mil. Ao longo de 115 dias de inscrições, 367 usuários se cadastraram no site e fizeramuploaddas reportagens nas sete categorias: 199 em jornalismo impresso, 117 em webjornalismo, 77 em emissoras de televisão, 66 são trabalhos de fotojornalismo, 40 matérias foram veiculadas em emissoras de rádio, 26 em revistas impressas e 17 em mídias sociais. Haverá ainda menção honrosa para repórter cinematográfico.

    MPT-PR pede indenização de R$ 1 milhão por violação no controle de jornada dos motoristas

    Curitiba- O Ministério Público do Trabalho no Paraná (MPT-PR) em Cascavel entrou com ação contra a empresa Cerro Verde Transportes e Logística S/A, pertencente ao grupo Muffato, em julho. A ação, ajuizada pelo procurador o trabalho Marco Aurélio Estraiotto Alves, refere-se a denúncias sobre irregularidades quanto ao controle e registro de jornada de trabalho dos motoristas.

    • banner pcdlegal

    • banner audin
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner radio
    • banner trabalholegal
    • banner transparencia
    • banner estagio
    • Portal de Direitos Coletivos