• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
    • 08.20 oit
    • 08.16 foz
    • 08.15 CIEE - destaque
    • 08.07 eleição pgt
    • horarios-novos-destaque
    • Seminário em Curitiba marca centenário da OIT
    • MPT/Paraná participa de premiação do concurso “Trabalho infantil, problemas e soluções”
    • MPT-PR participa de evento em comemoração aos 52 anos do CIEE
    • Procuradores definem lista tríplice para a escolha do novo PGT
    • Unidades do MPT/Paraná têm novos horários de atendimento ao público

    MPT-PR assina nota pública contra parceria público-privada na limpeza urbana de Maringá

    O Ministério Público do Trabalho no Paraná em Maringá, representante do Fórum Lixo e Cidadania da região noroeste do Paraná, assinou ontem, em conjunto com várias outras entidades, uma nota pública solicitando à Câmara de Vereadores do município que seja revogada a Lei Ordinária nº 9836/2014 que autoriza o poder executivo municipal a contratar parceria público-privada para a prestação de serviços públicos de coleta, tratamento e destinação final de resíduos sólidos urbanos.

    MPT-PR destina multa para equipar o Conselho Tutelar de Irati

    O Ministério Público do Trabalho do Paraná (MPT-PR) em Guarapuava reverteu, no dia 7 de outubro deste ano, uma multa no valor de R$ 1.500 ao Conselho Tutelar de Irati. A multa foi paga pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Irati (Sintracom) por descumprimento do item que dizia respeito à realização de assembleia específica para deliberar a instituição, em Convenção Coletiva de Trabalho, de contribuição assistencial/negocial, conforme acordo homologado em Ação Civil Pública ajuizada em 2009 perante a Vara do Trabalho de Irati.

    HSBC se compromete a cessar demissões e reintegrar funcionários demitidos irregularmente

    O banco HSBC, em reunião ocorrida na última terça-feira (18), assumiu um compromisso com a Contraf-CUT, Fetec-PR, Feeb-SP/MS e Sindicatos dos Bancários de Curitiba e São Paulo de não realizar mais demissões em 2014, além de revisar e reintegrar os demitidos irregularmente (funcionários em estabilidade pré-aposentadoria, grávidas, afastados por motivos de saúde ou portadores de doenças crônicas). Os funcionários desligados deverão receber, além dos direitos assegurados, um adicional de três meses de cesta-alimentação e extensão do plano de saúde em três meses além do prazo previsto na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

    Clube Atlético Paranaense é condenado a pagar R$ 300 mil por desrespeitar direitos de atletas em formação

    O Ministério Público do Trabalho no Paraná (MPT-PR) ganhou, em primeira instância, uma ação contra o Clube Atlético Paranaense, pelo clube, juntamente com o clube Andraus, desrespeitar direitos dos atletas em formação. O julgamento foi realizado pela 9ª Vara do Trabalho em outubro deste ano e condenou o Clube a pagar indenização por danos morais coletivos no valor de R$300 mil.

    • banner pcdlegal

    • banner audin
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner radio
    • banner trabalholegal
    • banner transparencia
    • banner estagio
    • Portal de Direitos Coletivos